Bolsonaro inclui academias e salões de beleza como serviços essenciais.

Atividades não devem abrir em parte do país, já que estados e municípios têm autonomia para determinar fechamentos.

O presidente Jair Bolsonaro anunciou nesta segunda-feira (11) que incluiu academias de ginástica e serviços como salões de beleza e barbearias como serviços essenciais.

A lista de serviços essenciais engloba atividades que poderiam funcionar no atual estado de calamidade pública. No entanto, o STF (Supremo Tribunal Federal) já decidiu que estados e municípios têm autonomia para determinar o que abre e fecha em suas regiões.

Bolsonaro afirmou que fez a inclusão porque o ramo também está ligado à vida. “Coloquei hoje, porque saúde é vida, academias, salão de beleza e calebeireiro também, isso aí é higiene, é vida. Essas três categorias juntas são mais de 1 milhão de empregos”, disse Bolsonaro, que afirmou ainda que a decisão inclui barbearias.

“A questão da vida, do vírus, tem que ser tratada paralelamente à questão do emprego. O desemprego em massa já vai ser difícil de ser recuperado. Sem economia, não tem vida, não tem médico, não material para hospital, não tem transporte”, disse.

 

Fonte: R7 Brasil.

 

Um comentário

  1. Luiz disse:

    Parabéns pela informação!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *